Amortecedor recondicionado deve ser evitado?

Em muitos casos, o amortecedor recebe apenas uma pintura nova e uma troca de óleo interna. Não caia nessa picaretagem!

cooperseguros 23 de Outubro de 2018 as 10:47:18

Por BORIS FELDMAN

Vai comprar um amortecedor recondicionado por que você não encontra mais um kit novo para o seu carro? Então, não vá em qualquer oficina ou loja de auto peças.
É verdade que se deve evitar o amortecedor recondicionado? Essa é a pergunta que faz um ouvinte nosso, que é proprietário de um Chevrolet Vectra Millennium 2001, e precisa de um kit de amortecedores novos, com dificuldade de encontrar no comércio. Essa história do amortecedor recondicionado é a seguinte: a melhor dica é procurar um jogo novo na loja. Se ele não existe mais a venda, então vamos ao recondicionado por uma oficina tarimbada e que sabe o que está fazendo, pois seu recondicionamento exige competência e custa mais caro do que o novo.

Quem encontra um recondicionado na praça, mais barato do que o novo, pode saber que está sendo iludido. Pois o amortecedor velho recebeu uma ‘pinturinha’, teve o seu óleo interno trocado, e nada além. Lembre-se da importância do amortecedor, não apenas na estabilidade, como também no espaço de frenagem.

É verdade que se deve evitar o amortecedor recondicionado? Essa é a pergunta que faz um ouvinte nosso, que é proprietário de um Chevrolet Vectra Millennium 2001, e precisa de um kit de amortecedores novos, com dificuldade de encontrar no comércio. Essa história do amortecedor recondicionado é a seguinte: a melhor dica é procurar um jogo novo na loja. Se ele não existe mais a venda, então vamos ao recondicionado por uma oficina tarimbada e que sabe o que está fazendo, pois seu recondicionamento exige competência e custa mais caro do que o novo.

Quem encontra um recondicionado na praça, mais barato do que o novo, pode saber que está sendo iludido. Pois o amortecedor velho recebeu uma ‘pinturinha’, teve o seu óleo interno trocado, e nada além. Lembre-se da importância do amortecedor, não apenas na estabilidade, como também no espaço de frenagem.

Fonte: Autopapo

Tags: